Introdução de alimentos

A amamentação é muito mais, muito meeeesmo, que apenas nutrição. É o carinho da mamãe, cominho, quentinho, segurança. A sucção para o bebe (nutritiva ou não) é essencial para acalma-lo. Tudo de bom, né? Imagina você nesse aconchego sensacional, ai vem alguém e te coloca em um cadeirão gelado, com um "treco" na sua frente que você nunca viu na vida, enfia uma colher na sua boca, muitas vezes sem o seu consentimento. Alem disso, a cada garfada alguém passa um papel ou a colher na sua boca pra limpar. É legal? Vai gostar? Qual a chance de você recusar isso tudo? Grande? Pois é... A chance do bebe ter dificuldade com toda essa novidade, nem sempre agradável, também é grande. 

Vamos pensar, se você amanhã vai pra China onde tem hábitos alimentares bem diferentes do nosso, vai em um restaurante típico e te servem algo que você nuca viu. O que você faz? Certamente vai "cutucar" o alimento com o garfo para ver se é mole, duro... vai colocar no lábio para saber se é quente ou frio, vai provavelmente sentir o cheiro para ver se agrada para depooooois colocar na boca e experimentar, não é mesmo? Que tal darmos essa mesma chance para o bebe??

É por isso que ele deve comer com a mão, "brincar" com a comida, escolher o quer experimentar. Ele tem que ter uma experiência com aquele alimento para criar uma relação boa com ele. A hora da refeição tem que ser um momento prazeroso, sem brigas, broncas, ansiedades. Tão pouco recompensas "se comer tudo pode brincar", e muito menos com distrações para enfiar a comida na boca da criança sem nem ela perceber!!! 

Da trabalho? Faz sujeira? SIM! Mas garanto que a recompensa é muito maior que isso pois as chances dessa criança "dar problema" para comer será muito menor. A introdução dos alimentos é muito mais do que simplesmente passar a oferecer alimentos para a criança. O que ela vai comer, para suprir as necessidades nutricionais e sim muito importante, claro. Mas não é só isso. Essa fase de conhecimento, de iniciar o relacionamento da criança com o alimento pode influenciar os hábitos alimentares dele até a vida adulta. 

O atendimento para introdução dos alimentos é feito orientando os pais e/ou cuidadores e ao longo do acompanhamento o pequeno também me visita no consultório para orientação prática. Se necessário eu faço uma visitinha em casa.   

 

Quer saber mais? Pode perguntar!

left show bsd b01s fwR uppercase|left tsN fwR uppercase b01s bsd|left show fwR uppercase|bnull|||news fwB tsN fwR tsY c05|normalcase fsN fwR c05|b01 c05 bsd|login news normalcase fwR c05|tsN normalcase fwR c05|b01 normalcase bsd c05|content-inner||